Notícias

Participação na IX CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ENGENHARIA COSTEIRA E PORTUÁRIA EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO. PIANC-COPEDEC

Participação na IX CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE ENGENHARIA COSTEIRA E PORTUÁRIA EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO. PIANC-COPEDEC

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

INTRODUÇÃO

1. Um dos focos de preocupação nos setores portuário e aquaviário brasileiros está no desenvolvimento de sua infraestrutura, que requer tanta expansão quanto constante aprimoramento. Para isso, o segmento conta com uma série de critérios e normas, determinados pela World Association for Waterborne Transport Infrastructure – PIANC. Regras como a distância segura que um navio pode ter do leito de um canal de navegação (o que define seu calado operacional) e a largura necessária para que uma via marítima tenha o tráfego de embarcações em ambos os sentidos, simultaneamente, ou mesmo as novas estratégias adotadas por complexos portuários e terminais para garantir seu desenvolvimento sustentável são elaboradas por aquela entidade. No Brasil, são suas orientações que originam as determinações da Associação Brasileira de Normas Técnicas
(ABNT) aplicadas na construção, na manutenção, na expansão e na gestão sustentável de hidrovias, portos e terminais aquaviários.

2. É nesse cenário que a PIANC realiza, a cada quatro anos, uma Conferência de Engenharia Portuária e Costeira em Países em Desenvolvimento, também denominada PIANC-COPEDEC, evento que tem o objetivo de levar a essas nações os avanços nos setores portuários, costeiro e de infraestrutura aquaviária registrados nos demais países. E a próxima edição do COPEDEC – a 9ª – será no Brasil, especificamente no Rio de Janeiro, em outubro do presente ano.

3. A principal missão da Conferência PIANC-COPEDEC será a de fornecer um fórum internacional onde engenheiros costeiros e portuários de países em desenvolvimento possam trocar conhecimentos e experiências entre si e com os seus colegas de países em desenvolvimento, bem como possibilitar que os países em desenvolvimento tenham um conjunto de recursos humanos sustentáveis com profissionais qualificados para o desenvolvimento do setor.

4. O tema geral da IX PIANC-COPEDEC é “Aperfeiçoando o Transporte
Aquaviário e o Desenvolvimento Costeiro – O desafio de alcançar soluções integradas”.

5. Nesse sentido, os temas específicos a serem abordados no evento serão: (1) Engenharia Portuária; (2) Planejamento e Gestão Portuária; (3) Navegação Interior; (4) Transporte Marítimo de Cabotagem e Navegação Costeira; (5) Engenharia Costeira; (6) Gestão de Risco Costeiro e da Zona Costeira; (7) Mudanças Climáticas e Questões Ambientais Portuárias e Costeiras; (8) Logística Portuária e de Transporte Aquaviário e
Transporte Multimodal.

SOLICITAÇÃO
6. Diante de tal cenário, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários - ANTAQ entende ser importante a participação das entidades parceiras do setor aquaviário no referido evento para compartilhar experiências e conhecimentos. Além do que a ANTAQ acredita que a combinação entre o potencial de crescimento de Infraestrutura no Brasil, em virtude da expansão das instalações portuárias, costeiras e fluviais, e a intensificação das atividades de engenharia trará especialistas de todo o mundo para esta edição da Conferência.

7. A realização da PIANC-COPEDEC representa uma grande oportunidade para que os profissionais das áreas de engenharia costeira, portuária e de navegação se reúnam e compartilhem experiência e conhecimento, contribuindo de forma objetiva para o desenvolvimento do setor, com resultados positivos para o país.

9. Assim sendo, a ANTAQ - instituição escolhida para ser anfitriã - como organizadora e coordenadora da 9ª Edição da PIANC-COPEDEC, convida todas as entidades e empresas do setor aquaviário a participarem deste evento que até o momento conta com mais de 23 instituições, nacionais e estrangeiras, como patrocinadoras, além da participação de cerca de 355 artigos oriundos de técnicos e estudantes de diversas partes do mundo.




Rafael Galvão Santana
Especialista em Regulação da ANTAQ
Presidente do Comitê Local da IX PIANC-COPEDEC